FORÇA E PAZ: TUDO DE BOM
3 de Janeiro de 2018
BATIZADOS NA MORTE E NA RESSURREIÇÃO
5 de Janeiro de 2018
Para: Quinta-feira, 04 de janeiro de 2018

Texto: Isaías 43. 1-7

“O Senhor Deus que o criou diz: ‘Não tenha medo, pois eu o salvarei; eu o chamei pelo seu nome, e você é meu. Quando você atravessar águas profundas, eu estarei ao seu lado.” (Is 43.1-2).

Deus cria, ama e salva. Deus é a nossa companhia. Ele sabe até o nosso nome. Ele diz: “Não tenha medo, pois eu o salvarei; eu o chamei pelo seu nome, e você é meu. Quando você atravessar águas profundas, eu estarei ao seu lado” (Is 43.1-2).

Essa é uma palavra boa de Deus para as pessoas. Para convencê-las a crer nessa verdade, ele lembra fatos ocorridos, garante a eles que a confiança nele é segura e que a dúvida dá lugar à fé. Deus lembra a passagem pelo Mar Vermelho, quando o mar se abriu e o povo de Deus passou enquanto os inimigos eram derrotados. Ele também recorda a travessia do rio Jordão, quando as águas pararam e todo o povo passou com os pés secos. Deus ainda aponta para uma futura libertação de uma fornalha de fogo, quando três homens foram jogados ali, mas nenhum dano lhes aconteceu, porque Deus estava lá.

Deus foi o protetor e guia nessas ocasiões, que era o que as pessoas precisavam. Ele foi à frente e as libertou. Deus disse essas palavras a um povo que era cego e surdo a essa verdade, que não acreditava nessa sua companhia segura, que traz confiança e conforto à nossa existência. É como se as pessoas precisassem de um sinal para se acalmarem nos braços do Pai. Por isso a ênfase de Isaías: “Não tenham medo. Eu estarei ao seu lado”.

Crer nessas palavras é crer na voz de Deus e no Santo Espírito de Deus, que nos convence de que ele é a nossa firme companhia. Deus deu um sinal para todos crerem nisso. Ele se tornou gente e habitou entre nós em Jesus Cristo, para ser o Deus conosco, a nossa companhia.

Oremos: Pai celestial, graças te damos por tuas boas palavras. Perdoa nossa incredulidade, surdez espiritual e dúvidas. Ajuda-nos a crer nas tuas santas promessas, de forma particular de que tu és a nossa companhia. Em nome de Jesus. Amém.