Missão Surdos
28 de outubro de 2016
499 anos da Reforma Luterana
1 de novembro de 2016

Para: Terça-feira, 01 de Novembro de 2016

Texto: Efésios 2.8-9  

“Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio de fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus” (Ef 2.8).

O que alguém teria que fazer para ser aceito por Deus? O apóstolo Paulo começa a responder esta pergunta falando a respeito da condição do ser humano diante de Deus. Desde que nascemos somos “espiritualmente mortos”, ele diz. Poderíamos nos perguntar o que um morto pode fazer para mudar sua condição de morto? O que eu, espiritualmente morto, posso fazer para ser salvo? Se Deus me desse um preço, eu não pagaria?

Paulo responde estas perguntas dizendo que pela graça de Deus é que nós somos salvos, destacando a ação salvadora exclusiva de Deus, sem nenhuma interferência ou merecimento humano. Deus age, não porque você merece, aliás, você não merece! Com isso Deus não está querendo desprezar ou humilhar você, mas ele deixa claro que para você é impossível salvar a si mesmo, ou ajudar na sua salvação. Por isso foi preciso que Deus agisse e providenciasse a salvação. Assim, o coração de Deus se compadeceu da miséria humana e, na obra salvadora de Cristo, Deus deu vida para você!

Mas será que eu não posso ajudar na minha salvação nem um pouquinho? Não! “Pela graça vocês são salvos”. Paulo repete de propósito, para acabar com qualquer ideia de salvação construída pelas próprias obras, tão enraizada no ser humano e em cada um de nós. Você não ganha a salvação porque merece ou porque faz o que é certo. Você não a compra. Por isso nem você, nem eu, nem ninguém pode dizer: “Eu ajudei!” – “Eu cooperei!” – “Eu fiz por merecer!” – “Eu sou melhor que os outros!”

Tudo acontece por meio da fé, que é um presente que Deus dá. A obra salvadora de Jesus foi completa. Por isto, atribuir a mim algum mérito na salvação é ofensa ao amor de Deus. A nossa salvação foi um ato exclusivo do amor de Deus. É um presente de Deus. E presente não se compra.

Oremos: Amado Pai, obrigado pelo teu amor demonstrado em Cristo, que é a causa da minha salvação.

Por:Arthur Dille Benevenuti